URL

A Campanha EMEPC/M@rBis/Algarve2013 contará com a participação de vários projetos a bordo do NTM “Creoula”. Estes projetos, a par dos trabalhos do M@rBis serão muito importantes para aumentar os registos de biodiversidade marinha a recolher durante a campanha e para o conhecimento científico sobre as águas marinhas da costa sul do Algarve.

Resumo dos Projetos da Campanha EMEPC/M@rBis/Algarve2013

 

 athila_bertoncini_72.jpg
Inventariação de biodiversidade marinha recorrendo a imagem subaquática

A dupla de mergulhadores propõe-se documentar através de fotografia e vídeo subaquático a biodiversidade existente na costa algarvia. Pretende-se com a sua presença documentar também os restantes trabalhos subaquáticos dos outros projetos, bem como as técnicas de amostragem. O responsável do projeto é campeão brasileiro de fotografia subaquática.  

 

 

 

 

 

Inventariação da fauna e flora dos navios afundados no Projeto Ocean Revival

Associação Musubmar 

A Associação Musubmar está a desenvolver o projeto Ocean Revival, que visa a criação de um parque de turismo subaquático baseado em navios descomissionados da Armada Portuguesa. A equipa participante propõe-se a  Inventariar a fauna e flora dos navios afundados no Projeto Ocean Revival ao largo do Alvor, concelho de Portimão. Estas estruturas são pólos atratores de biodiversidade e o conhecimento das espécies que lá se estabelecem pode em muito contribuir para a compreensão das sucessões ecológicas dos ecossistemas marinhos, podendo-se, a posteriori, confrontar os dados obtidos com zonas costeiras naturais semelhantes, ajudando na seleção, avaliação e monitorização de processos de decisão. 

936369_508733762515463_541779374_n.jpg

 

 

246789_406002106121940_650793087_n.jpg

 2806_4879_arturo_boyra.jpg

 

Projetos Invasives + Seaprolif + CUMFISH + EXTANT + DEEP REEFS + REEF KEEP

CCMAR – Centro de Ciências do Mar, CIMAR – Laboratório Associado e Universidade do Algarve.

Mapeamento da distribuição das comunidades nativas e invasoras de algas e invertebrados marinhos utilizando transetos de vídeo subaquático e recolha de amostras para estudos de diversidade genética de populações de espécies-alvo.

A equipa propõe-se recolher amostras em toda a costa algarvia para utilização em projetos em curso na Universidade do Algarve/CCMAR:

1) projeto Invasives - a participação na campanha vai fornecer dados sobre a distribuição da espécies de algas vermelhas invasoras Asparagopsis armata e Asparagopsis taxiformis, bem como identificar as comunidades nativas e de espécies que interagem.

2) projeto Seaprolif – a campanha vai fornecer informações sobre a identidade e distribuição de algas invasoras na zona subtidal da costa do Algarve. Pode levar à descoberta de novas espécies invasoras. Também irá avaliar os habitats do subtidal onde elas ocorrem.

3) projeto CUMFISH – as amostras pretendem completar o mapeamento da distribuição dos pepinos do mar e outros equinodermes. O projeto é útil para compreender a ecologia dos muitos pepinos do mar e outras espécies de equinodermes que ocorrem ao longo da costa do Algarve.

4) projeto EXTANT - EXCL/AAG-GLO/0661/2012 -  Este projeto pretende realizar o estudo das populações de algas castanhas nos seus limites de distribuição. A colaboração irá possibilitar o mapeamento da distribuição das grandes algas castanhas, em especial das espécies dos géneros Cystoseira e Phyllariopsis, que são estruturantes do habitat. Tem ainda o objetivo de recolher amostras para comparação da sua diversidade genética com outras regiões.

5) projeto DEEP REEFS - Nesta campanha, serão recolhidas amostras de gorgónias para comparação de diferenciação genética com as populações mais profundas já amostradas pelo projeto em recifes de maior profundidade.

6) projeto REEF KEEP - é um projeto de pesquisa ecológica de longo prazo, com base na participação do público através de voluntários com a comunidade científica. O objetivo consiste em estabelecer novos transetos que serão a base do projeto de acompanhamento de recifes naturais rochosos ao longo dos anos.

 

 

Lixo Marinho - Projeto POIZON

IMAR-FCT/UNL

O objetivo do projeto é recolher dados sobre lixo marinho e microplásticos nos fundos marinhos da costa algarvia. O trabalho foi proposto pela equipa do IMAR-FCTUNL que iniciou em 2008 trabalhos neste tema, e tem em curso um projeto de investigação (POIZON - Microplásticos e poluentes persistentes-uma dupla ameaça à vida no mar) financiado pela FCT-MEC que visa caracterizar os microplásticos que são depositados nas praias de norte a sul do país e examinar os possíveis efeitos sobre os organismos marinhos. Serão obtidos dados sobre lixo marinho e microplásticos que são ainda escassos ou inexistentes para a nossa costa, além dos registos de biodiversidade para o M@rBis recolhidos nos mergulhos.

 

Lixo 

 

 

mrbis_2013_photograph_ab_ac.jpg 
Estudo do Plâncton na costa do Algarve

Centro de Investigação Marinha e Ambiental, CIMA e Centro de Ciências do Mar,

CCMAR, Faculdade de Ciências e Tecnologia, Universidade do Algarve

A candidatura enquadra-se em dois projetos de investigação atualmente em curso: 

 

(a) Deteção remota da variabilidade do fitoplâncton na região SW da Península Ibérica: um indicador para prever alterações climáticas? (PHYTOCLIMA, FCT ref. PTDC/AAC-CLI/114512/2009)

(b) Taxas vitais de larvas de peixes pelágicos (VITAL, FCT ref. PTDC/MAR/111304/2009).

O projeto pretende contribuir para o conhecimento da biodiversidade do plâncton unicelular e metazoários na zona costeira sul de Portugal: avaliar a abundância, biomassa e composição taxonómica. O projeto pretende também contribuir para a análise da importância das zonas costeiras pouco profundas, não incluídas em estuários, como zonas de nursery para a espécie Engraulis engrasicolus e contribuir para a calibração/validação de informação relativa ao fitoplâncton obtida por satélite. A recolha de amostras será efetuada com garrafas de amostragem e redes de arrasto de zooplâncton, e os parâmetros recolhidos com CTD.

 

 

Definição do padrão de rugosidade das peças de betão com vista a promover a fixação de espécies marinhas locais e a avaliação/mitigação da colonização por espécies exóticas invasoras

Universidade dos Açores

A amostragem pretende incidir no complexo recifal da costa algarvia, respetivamente em Cacela e/ou Tavira, Faro/Ancão, Vilamoura, Oura e Alvor para observação da fixação de espécies marinhas em peças de betão - recifes artificiais. Caracterizar o tipo de peças onde se observa a fixação de espécies marinhas (e.g., identificar as espécies fixas, registar a profundidade e orientação à exposição solar). A possibilidade de estudar recifes artificiais com diferentes longevidades oferece a possibilidade de melhor avaliação do estado de sucessão ecológica dos mesmos.

  

dsc05559.jpg 
Caracterização molecular e filogenia de macroalgas do litoral algarvio

CIBIO – Pólo Açores, Centro de Investigação em Biodiversidade e Recursos Genéticos,

Departamento de Biologia, Universidade dos Açores

As amostras recolhidas durante a missão serão incluídas em dois projetos de investigação atualmente em curso “Macroalgal biodiversity under a molecular lens: Towards a better understanding of North Atlantic biogeography” e “Biodiversity and Phylogeny of the Marine Red Algal Family Peyssonneliaceae (Peyssonneliales), with a Focus on Taxa from Portugal and Macaronesia”. Pretende-se efetuar a recolha de macroalgas da costa algarvia para estudos de genética. O objetivo principal é identificar com precisão os espécimens a serem recolhidos através do uso de marcadores genéticos. Além disso, as sequências de ADN serão utilizadas para analisar a relação filogenética e biogeográfica dos taxa identificados num contexto global.

 

Projetos MeshAtlantic e TPEA

Universidade do Algarve/CCMAR

A equipa propõe-se recolher amostras na costa algarvia para utilização nos projetos em curso:

MeshAtlantic - Mapping Atlantic Area seabed habitats for better marine management” - Transnational Cooperation Programme Atlantic Area 2007-2013 (ERDF) e “TPEA - Transboundary Planning in the European Atlantic - MARE/2012/08”

O objetivo deste projeto é sinalizar habitats e espécies prioritárias segundo as convenções internacionais (e.g., OSPAR, CITES) e diretivas comunitárias, assim como áreas de particular interesse em termos de biodiversidade marinha ou habitats essenciais para recursos pesqueiros. A amostragem será feita por censos visuais subaquáticos.

meshatlantic 

 

 

 

p1016136_pedro_neves.jpg 
Monitorização de mamíferos e répteis marinhos

Centro de Oceanografia da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, Portugal

AIMM – Associação para a Investigação do Meio Marinho, Portugal

A participação na campanha EMEPC/M@rbis/Algarve2013 dará continuidade ao trabalho que tem vindo a ser desenvolvido pelos investigadores da equipa proponente e, em particular, ao trabalho pioneiro iniciado em 2009 pela Associação para a Investigação do Meio Marinho - a monitorização a longo prazo de cetáceos ao longo de toda a costa sul de Portugal continental.

Será utilizada a técnica de censos visuais, com o objetivo de: 

·       Identificar as espécies de cetáceos e de tartarugas marinhas com ocorrência na costa algarvia e estimar a sua distribuição espacial e abundância relativa;

·       Avaliar a utilização do habitat e a estrutura populacional das espécies com maior ocorrência. 

FaLang translation system by Faboba

Contactos


Telefone: +351 213 004 165

Fax: +351 213 905 225

Informações sobre o

Projeto de Extensão da Plataforma Continental:

Email: info@emepc.mm.gov.pt

Morada: Rua Costa Pinto, N.º 165

2770-047 Paço de Arcos - Portugal

Morada Postal: Apartado 1139

2771-901 Paço de Arcos 

Siga-nos