URL

Nome: Rui Esteves da Silva

Instituição: IPLeiria – Escola Superior de Turismo e Tecnologia do Mar

Especialização: Biologia Marinha

Função a Bordo: Mergulhador Científico

ruisilva.jpg

O que é que o motivou a participar na Campanha?

Depois da experiência extremamente gratificante de participação nas três campanhas anteriores, a vontade de voltar a participar numa campanha M@rBis era elevada, razão pela qual submeti a candidatura.

 

Quais as principais mais-valias que pretende retirar da sua participação na Campanha?

A participação numa campanha M@rBis é uma oportunidade única para aumentar os conhecimentos na área da Biologia Marinha, resultante da interação com uma equipa multi-disciplinar altamente motivada. A execução de trabalho de campo em condições adversas e muitas vezes em sítios desconhecidos leva a um enriquecimento a nível pessoal e profissional.

 

Que balanço faz da sua participação na Campanha?

Um balanço extremamente positivo. O facto de ser chefe de equipa trouxe uma motivação extra a qual utilizei para garantir que a equipa permanecesse unida e desempenhasse com precisão as tarefas necessárias ao sucesso da campanha M@rBis.


URL

Nome: José Tourais

Instituição: Nautilus-Sub

Especialização: Mergulho

Função a bordo: Coordenador de Mergulho

tourais.jpg

Que importância atribui a este tipo de campanhas ligadas ao conhecimento do Mar?

O conhecimento do Mar é um fator decisivo e absolutamente essencial ao desenvolvimento de Portugal nas várias áreas de interesse. Portugal foi priveligiado com uma grande orla costeira e uma vasta zona marítima, pelo que o conhecimento é essencial a uma boa gestão de natureza marítima.

 

Como membro da equipa de mergulho científico o que é que destaca dos mergulhos que tem realizado?

Os mergulhos realizados nesta Campanha podem considerar-se um sucesso. Todavia, penso que estamos apenas no início e que num futuro próximo será necessário pegar nesta experiência e melhorar a performance no aspeto técnico do mergulho, organização e logística, gestão de objetivos e equipamentos que são essenciais para um melhor desempenho desta atividade.

 

Que balanço faz da sua participação na Campanha?

Pessoalmente considero extremamente positiva a minha participação pelo relacionamento criado com os participantes, cujo voluntarismo e dedicação permitiu alcançar os objetivos propostos para esta Campanha.


URL

Nome: Daniela Gabriel

Instituição: CIBIO - Açores

Especialização: Macroalgas Marinhas

Função a bordo: Mergulho e identificação de algas

danigab.jpg

O que é que a motivou a participar na Campanha?

A possibilidade de contribuir num projeto da envergadura do M@rBis e, ao mesmo tempo, recolher amostras no âmbito de projetos nos quais estou envolvida.

 

Que importância atribui a este tipo de campanhas ligadas ao conhecimento do Mar?

Estas campanhas oferecem uma infraestrutura importante para complementar o conhecimento sobre o mar português, seja em zonas pouco exploradas como as Selvagens, ou noutras mais conhecidas como o Algarve. O fato de se reunirem vários especialistas a trabalharem intensamente em amostragens específicas, possibilita uma cobertura muito eficiente das comunidades em foco.

 

Quais as principais mais-valias que pretende retirar da sua participação na Campanha?

A curto prazo, conhecer uma secção da costa portuguesa que ainda não conhecia, podendo compará-la com a região onde trabalho (os Açores). A longo prazo, pretendo aumentar a biblioteca de códigos de barra genéticos das macroalgas portuguesas. Ao mesmo tempo, os dados obtidos a partir das amostras recolhidas serão utilizados para um estudo sobre as origens da flora marinha que ocorrem no nosso litoral, tanto continental como insular.

 

Como tem sido a experiência de integrar uma equipa de biólogos marinhos com especialidades muito diversas?

Tem sido muito gratificante aprender sobre grupos taxonómicos com os quais geralmente não tenho contacto. Além disso, discutir os meus resultados com colegas de outras especialidades representa uma oportunidade de ouvir outros pontos-de-vista e crescer cientificamente com críticas construtivas.

 

Como membro da equipa de mergulho científico, o que é que destaca dos mergulhos que tem realizado?

De maneira geral, o fundo marinho abrangido nesta Campanha não era muito propício para o crescimento das algas. No entanto, foi interessante registar a ocorrência de algas que não eram conhecidas nesta região.

 

Que balanço faz da sua participação na Campanha?

Considero que tenha sido proveitosa, tanto como membro das equipas de mergulho, como especialista na identificação das macroalgas que encontramos. Por outro lado, não posso deixar de mencionar que considero relevante a minha participação como intermediária entre civis e militares. Sendo de uma família de tradição militar, gosto de conhecer as diferentes especialidades da guarnição e de poder solicitar ajuda em favor da Campanha.

 

Tenciona voltar a participar neste tipo de iniciativas?

Certamente! Sempre que tiver disponibilidade tenciono contribuir no que for possível nestas missões. Além da oportunidade de conhecer melhor o nosso mar, é uma experiência espetacular estar num navio com tanta história como o ‘Creoula’.


URL

Nome: José Eduardo Candeias

Instituição: Nautilus-Sub

Especialização: Skipper / Mergulhador

Função a bordo: Segurança e Mergulho

candeias.jpg

O que é que o motivou a participar na Campanha?

Contribuir com a minha participação para a mais importante campanha científica de sempre ao nível do estudo do nosso mar.

 

Que balanço faz da sua participação na Campanha?

Para além do prazer do embarque num navio tão emblemático como o ‘Creoula’, esta experiência constituiu uma oportunidade única para o alargamento dos meus conhecimentos sobre técnicas de mergulho científico.

 

Tenciona voltar a colaborar neste tipo de iniciativas?

Claro que sim. Seria uma enorme honra participar novamente numa Campanha desta envergadura, vital para o estudo e conhecimento do nosso Mar.

 


URL

Nome: Edi Madureira

Função a bordo: Apoio ao mergulho

edi.jpg

O que é que o motivou a participar na Campanha?

É de elevada urgência e importância a utilização do nosso mar de forma sustentável e cuidada. Como em tempos foi o mar que deu nome a Portugal, acredito que com estas Campanhas se consiga ter novamente o mar a dar bom nome ao nosso país.

 

Como tem sido a experiência de integrar uma equipa de biólogos marinhos com especialidades muito diversas?

Como membro da equipa de apoio ao mergulho, e sendo um amante do mar, levo no coração as expressões faciais de pessoas capazes e importantes para o futuro do nosso país, que sabem como usar o nosso maior tesouro.

 

Tenciona voltar a colaborar neste tipo de iniciativas?

Sim, estou sempre disponível para ajudar e contribuir com o meu empenho em campanhas importantes para o nosso futuro. 


URL

Nome: Sílvia Antunes Escarduça

Instituição: Terra Azul Açores

Especialização: Biologia Marinha

Função a bordo: Mergulhadora científica

silvia_esc.jpg

O que é que a motivou a participar na Campanha?

Há várias razões que me levaram a participar na Campanha EMEPC/M@rBis/Algarve 2013. Entre elas, a oportunidade de poder entrar em contacto com personalidades da comunidade científica nacional e internacional e, desta forma, usufruir dos seus conhecimentos e técnicas de trabalho como ferramenta de aprendizagem e enaltecimento tanto profissional como pessoal. Para além disso, poder contribuir de todas as formas ao meu alcance à conquista dos objetivos propostos pela Campanha M@rBis relativos à investigação da biodiversidade da costa algarvia.

 

Que importância atribui a este tipo de campanhas ligadas ao conhecimento do Mar?

Este género de campanhas são fundamentais para a descrição detalhada da biodiversidade existente nas costas portuguesas. Através de esforços intensivos desta natureza, com equipas tão amplamente especializadas, consegue-se uma identificação muito completa possível dos mais diversos grupos taxonómicos. Desta forma, ano após ano, colmatam-se dúvidas e preenchem-se espaços com informação nova e atualizada. Para além do conhecimento imediato, é possível retirar destas campanhas informação que vai permitir a monitorização detalhada das espécies e do estado de conservação das áreas amostradas, podendo desta forma servir para investigações muito posteriores às datas das campanhas.

 

Como tem sido a experiência de integrar uma equipa de biólogos marinhos com especialidades muito diversas?

A possibilidade que tenho tido ao longo desta campanha de conhecer e integrar investigações de áreas tão distintas tem sido uma das vantagens mais valiosas para mim. Vindo dos Açores, onde me dedico inteiramente aos cetáceos, pude participar como mergulhadora em ações de amostragens e execução de registos fotográficos subaquáticos, bem como de tratamento posterior de triagem e taxonomia das amostras recolhidas. Para além disso, pude colaborar com a equipa de cetáceos que embarcou na Campanha com a qual partilhei imensas experiências suas na costa algarvia e minhas no arquipélago dos Açores. Foi também extremamente enriquecedor falar com os mais diversos investigadores internacionais e entender a importância da partilha de conhecimento entre diferentes entidades, instituições e mesmo investigadores particulares para exponencializar a aquisição de dados importantes e essenciais para a investigação e conservação da biodiversidade global.

 


URL

Nome: Luís Barreto

Instituição: Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade do Algarve

Especialização: Biologia Marinha

Função a bordo: Mergulhador

luisbarreto.jpg

O que é que o motivou a participar na Campanha?

Pertencer a uma equipa de mergulho a bordo desta expedição científica foi um dos objetivos que, durante este último ano, procurei alcançar.

 

Como membro da equipa de mergulho científico o que é que destaca dos mergulhos que tem realizado?

A possibilidade de realizar vários tipos de tarefas ao longo dos diferentes mergulhos tem sido uma mais-valia para a minha formação. Também de destacar que os melhores mergulhos que fiz foram aqueles que, pela sua localização, tinham uma expetativa menos elevada.

 

Tenciona voltar a colaborar neste tipo de iniciativas?

Sempre que seja possível! O conhecimento das espécies é a base para o entendimento dos ecossistemas que compõem a nossa costa e dos recursos que o nosso mar nos fornece.


URL

Nome: Ana Vieites

Especialização: Biologia marinha, mergulho profissional

Função a bordo: Mergulhadora científica, censos visuais e fotografia subaquática

ana_vieites.jpg

O que é que a motivou a participar na Campanha?

Esta ação é uma oportunidade única para qualquer Biólogo / Mergulhador poder conciliar ambas as especialidades, ao mesmo tempo que participa numa campanha que lhe permita fazer o que mais gosta (estar em contacto com o mar e a natureza subaquática) na companhia de uma equipa polivalente, no “Creoula”. Outro motivo importante é o fato de poder conhecer e trocar experiências com mergulhadores cuja experiência corre os vários cantos do mundo ao mesmo tempo que participamos num verdadeiro “Live Aboard” altamente didático.

 

Como tem sido a experiência de integrar uma equipa de biólogos marinhos com especialidades muito diversas?

Tem sido uma experiência muito interessante e uma contribuição muito importante para a minha formação enquanto Bióloga Marinha, uma vez que me permite aprender da melhor forma (com componente prática e contacto directo) sobre outras especialidades com as quais não estou familiarizada. Por outro lado essa variedade é muito importante uma vez que facilita no processo de identificação dos vários espécimes, evitando assim as lacunas que de outra forma existiriam, bem como a perda de tempo a elas associadas já que o processo de triagem e identificação seria muito mais moroso.

 

Tenciona voltar a colaborar neste tipo de iniciativas?

Sim, sem qualquer dúvida espero poder continuar a colaborar neste tipo de iniciativas, ajudando e contribuindo com os diversos projetos a bordo aumentando os meus conhecimentos e trocando experiências. Ao mesmo tempo, tenho o grande privilégio de conhecer novos lugares e pessoas espectaculares obtendo contactos que podem ser preciosos para o meu futuro profissional.


URL

Nome: Carlos Rios Errando

Instituição: Universidade dos Açores, Departamento Biologia

Especialização: Biólogo marinho especializado em invertebrados

Função a bordo: Mergulhador, fotografia, amostras de areia

carlos_rios.jpg

O que é que o motivou a participar na Campanha?

O meu motivo para participar na Campanha foi o de participar numa expedição científica orientada para as amostragens subtidais e que permite conhecer com mais detalhe a biodiversidade da costa algarvia, em concreto os invertebrados artrópodes e não artrópodes. Outro dos motivos pelo qual participei foi o de conhecer pessoal científico com o qual posso compartilhar experiências, conhecimento e fazer ligações para futuros projetos.

 

Que importância atribui a este tipo de campanhas ligadas ao conhecimento do Mar?

Estas campanhas são imperscindíveis para conhecer parte da biodiversidade da costa que ainda não foi estudada. Permite ter conhecimento de toda a zona costeira o que émuito importante para futuros projetos de conservação, investigação e gestão dos recursos marinhos da costa algarvia.

 

Quais as principais mais-valias que pretende retirar da sua participação na Campanha?

Conviver onze dias numa Campanha com estas características dá a um biólogo a oportunidade de fazer um “estágio intensivo” em biologia marinha. Durante este tempo convive-se com cientistas, partilham-se experiências, aprendem-se novos conhecimentos noutras áreas diferentes das minhas, com a finalidade de obter uma visão mais ampla da biologia marinha.


URL

Nome: Diana Carvalho

Instituição: Museu Nacional de História Natural e da Ciência

Especialização: Curadora invertebrados marinhos

Função a Bordo: Triagens

dianacar.jpg

O que é que a motivou a participar na Campanha?

O que me motivou foi a oportunidade única de participar num evento desta natureza.

 

Quais as principais mais-valias que pretende retirar da sua participação na Campanha?

As mais-valias são a troca de experiências, o contato com os especialistas, dar a conhecer a minha instituição - Museu Nacional de História Natural e da Ciência -, estabelecer contatos para o futuro e dar o meu contributo.

 

Tenciona voltar a participar neste tipo de iniciativas?

Sim se possível, pelas razões já explicadas.

 

Qual o papel do Museu Nacional de História Natural e da Ciência nesta Campanha?

Para além da minha participação a bordo do ‘Creoula’, o Museu Nacional de História Natural e da Ciência irá receber os espécimes coletados na Campanha pelos mergulhadores M@rBis. Estes espécimes, após darem entrada no Museu, ficarão disponíveis para a comunidade científica. Os investigadores poderão aceder a estes espécimes através de consulta ou empréstimo e assim utilizá-los nas suas investigações.

FaLang translation system by Faboba

Contactos


Telefone: +351 213 004 165

Fax: +351 213 905 225

Informações sobre o

Projeto de Extensão da Plataforma Continental:

Email: info@emepc.mm.gov.pt

Morada: Rua Costa Pinto, N.º 165

2770-047 Paço de Arcos - Portugal

Morada Postal: Apartado 1139

2771-901 Paço de Arcos 

Siga-nos